terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Cuidando dos Dentes...

Uma dúvida frequente, especialmente entre mães de primeira viagem (como eu) é como cuidar dos dentinhos do bebê. Quando começar a escovação? Com o quê? Que tipo de pasta usar? Etc, etc, etc. 

Não sou nenhuma "expert" nesse assunto, mas no início li bastante e busquei as respostas para todas as minhas duvidas. Aqui vou contar como vem sendo la em casa. 

Quando o Pedro ainda não tinha dentes eu já ouvia que deveria limpar a gengiva dele com gaze, ou fraldinha molhada em água filtrada. Confesso que não fazia isso sempre depois de cada mamada, como "manda o figurino" e as vezes ficava mais de um dia sem fazer essa higiene bucal. 

Depois que ele começou a comer papinhas e frutinhas (5 meses) passei a usar uma dedeira de silicone e por incrível que pareça foi um sucesso, ele amou. Escovávamos sempre depois das principais refeições e era só risada. Os dentinhos dele resolveram dar o "ar da graça" pouco antes dele completar um ano, acho que uns 20 dias antes (por mais que os pediatras contradigam, é verdade sim que o nascimento da primeira dentição causa irritação, falta de apetite e em alguns casos mexe até com o intestino e da febre, o Pedro só ficou enjoadinho e sem apetite, mas só no dia que está rasgando a gengiva, também não é pra menos, dói pra caramba, quem tem o siso sabe disso). Primeiro apontaram os inferiores da frente. 

Depois de um mês apontaram os de cima. Como ele já havia completado 1 ano resolvi ir atrás de escovinhas de dente e um gel dental sem flúor (que é mais indicado nessa fase), no dia em que fui comprar, avistei uma escova com o desenho de personagem infantil e tive a luz.... é essa!!! Comprei e chegando em casa li na embalagem que era pra crianças acima de 5 anos. Até isso???? Quanta informação para uma mãe de primeira viagem, nunca imaginei que existissem tipos diferentes para cada idade (mas só na minha cabeça mesmo né??? As de bebês tem a cerdas beeeeeeeeeeem macias e tem a cabeça bemmmmm menor). 

Quando mostrei pra ele a escova nova ele amou, já foi logo colocando na boca. Ele sempre me viu escovando os dentes e ficava adimirado com a espuma, o som, o cheirinho da pasta, olhava e ria.... quando viu que ele também tinha uma escovinha, acho que logo se lembrou. Essa é uma maneira boa de fazer com que ele se acostume com a idéia. Dê a ele uma escovinha na hora que você for escovar seus dentes, o exemplo é a melhor maneira. É claro que de cara ele não vai fazer tudo perfeito, mas com essa diversão ele começa do jeitinho dele e você completa depois. Foi uma sorte o Pedro curtir escovar os dentes, faço isso sem sofrimento nenhum, brincamos e ele adora o gostinho da pasta. 

Muitas crianças ficam “cabreiras” com a escova e choram ou não deixam, alguns pais forçam a barra e isso acaba se tornando uma tortura para elas. MÃES NUNCA FAÇAM ISSO COM SEUS FILHOS torturar não vale a pena. Sei lá vale ir fazendo de forma lúdica, divertida, vi um episódio sobre isso um dia na TV e a educadora ensinava a mãe a colocar um espelho para a criança se ver escovando os dentes e deu certo, não custa tentar né? É muito importante manter o ritual da escovação, para que a criança se acostume e crie o hábito da higiene bucal, que vai ser importantíssimo para a vida inteira. 

Uma vez lendo sobre dentes de leite, descobri algo interessantíssimo, que os problemas com os dentes de leite estão muito mais ligados à gestação e a vida intra-uterina do que com os hábitos alimetares ou higiene bucal nos primeiros anos de vida. Nossos dentes, como tudo em nosso organismo, refletem cada pedacinho do que somos, sentimos, vivemos. Tratá-los bem, com carinho e cuidado, significa cuidar bem de nós mesmos.

Olha a festa, aqui ele tinha 10 meses
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário