segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Uma "Travessura" e Tanto.

Ahhhhhhhhh já ia me esquecendo de postar a maior travessura de todos os meses, na verdade não foi a maior e sim a mais cara.

No sábado a tarde estávamos na sala eu e o léo quando de repente ouvimos um barulho de algo caindo no chão, em segundos caiu nossa ficha: O notebook?!?!?!?! 

Aiiiiiiiiiiii, ele mesmo!!! Quando vimos ele estava estatelado no chão junto com alguns estilhaços do plástico que envolve a tela.... na hora nao acreditei, ainda não venceu nem a primeira parcela, rsrs... fazer o que não é.... 

Penso que numa casa com criança, quando esse tipo de coisa acontece a culpa é sempre dos pais, no nosso caso o note não deveria estar em cima da mesa, muito menos sem a capa, crianças são curiosas. Num minuto de distração nossa ele o puxou de cima da mesa. 

Ainda bem que depois de todo esse estresse ainda rolou um choppinho e um show bacana para ajudar esquecer....

Abaixo algumas fotos famosas na internet para descontrair um pouco.


Olha a cara de quem está amando a bagunça.
Obra de arte... essa é a pior, hehehe
Oh dóóóó.... não está entendendo nada!!!Ai Ai Ai....

Bjs e até a próxima travessura (espero que menos cara e nem um pouco parecida com as acima)

domingo, 29 de novembro de 2009

Tudo como Planejado!!!


Num post anterior escrevi que ontem seria o "tal" show do Emerson Nogueira e foi. Tirando a chuva que durou a noite toda, foi tudo perfeitooooooooooooooooo!!!!!!!! AMAMOS, a banda é show de bola. 

Como o blog é do Pedro vou falar dele, hehehehe. 

Ontem foi a primeira vez que ele dormiu longe de nós e hoje cedo quando meus pais vieram traze-lo, disseram que ele dormiu a noite toda, das 22:oo as 7:30, quem me dera ele dormir bem assim em casa... vai entender né, o danadinho sabe que aqui a gente pega e leva pra cama... espertinho!!

Mas que coisa doida né? Ontem depois que o deixamos o Léo comentou que estava sentindo um vazio, tipo como se tivesse o abandonado e a sensação é essa mesma. Confesso que fiquei um tanto tranquila pois ele está super acostumado na casa da minha mãe, lá ele tem o bercinho dele e todas as coisinhas que já está acostumado, inclusive com a presença dos meus pais, afinal fica com eles a semana toda. 

Mas foi inevitável essa sensação de vazio hoje pela manhã, acordar e não ver aquele sorriso lindo, aquele andar engraçado, aquela vozinha doce pedindo "mamá" e chamando "mamãe e papai". Foi dificil não pegar o telefone para saber como havia sido a noite dele e que horas ele viria pra casa. 

Um pouco mais de 12 horas e o coração já estava apertado de saudade.
Bom é isso!!! Ele ficou super bem e nós aproveitamos a noite. 

Bjs

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

"Tudo vale a pena. Se a alma não é pequena."

Algum dia ouvi alguem dizer: "não importa o quanto a gente tente, jamais seremos uma mãe perfeita para nossos filhos!!".

Na verdade eu não tenho a pretenção de ser uma mãe perfeita. Acredito que cometerei erros, mudarei de idéia, reformularei conceitos e sei também que será inevitável querer voltar atrás e fazer diferente. 

Pais e mães são seres humanos e seres humanos são imperfeitos!!! Poxa, se sou imperfeita e acredito que a imperfeição é o que nos faz buscar crescer, aprender e melhorar, como teria a ilusão de ser perfeita? Apenas tenho um desejo profundo de ser a melhor mãe que eu possa ser. 

De fazer tudo com consciência e com o máximo de sabedoria, pensando e repensando cada escolha, cada passo, cada direção escolhida. Posso errar, e sei que vou, sem dúvida. Mas quero errar meus próprios erros, quero viver minhas próprias quedas e aprender com elas. Nem sempre minhas escolhas como mãe serão feitas com 100% de certeza, mas com certeza serão sempre escolhas feitas com o coração aberto. Com todo amor, entrega e dedicação de que sou capaz. Sempre pensando em fazer o melhor, procurando acertar. Sendo assim, sei que serão as escolhas certas, mesmo que lá na frente outro caminho possa vir e parecer melhor do que o que escolhi. Mesmo assim, meu coração ficará tranquilo, sabendo que, naquele momento, eu fiz a melhor escolha que podia. 

Certamente, um dia o Pedro olhará para trás e pensará em muitas coisas que gostaria que eu tivesse feito diferente e as fará diferente com os filhos dele. Creio que mesmo que ele discorde de algo que eu tenha feito, ele sentirá carinho pela estrada que percorremos juntos, um caminho de amor, dedicação e verdade. 
É assim que eu como filha, vejo a caminhada ao lado da minha mãe.


Tudo é válido se for por amor!!!

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

OH HAPPY DAY....

Nossa estou radiante, esse final de semana será beeeeeeeeeeeeeeem diferente de todos os outros desde que meu pimentinha nasceu (digo pimentinha pq ele está cada dia mais apimentado, resumindo: mexe em tudo, sobe em tudo, não deixa nada no lugar, aff). 

Acabei de comprar dois ingressos para o show do Emerson Nogueira, há tempos estou com vontade de ir nesse show, finalmente dessa vez deu certo. Ele irá se apresentar na Cervejaria do Gordo e vai ser bem no dia do aniversário do Léo, eu o intimei e ele topou de cara, ebaaaaa. 

Nem acredito!!!! Vamos pegar uma baladinha de leve e relembrar os velhos tempos. 

Ah já ia me esquecendo..... pela primeira vez vou dormir longe do meu filhote, é isso mesmo.... ele vai dormir na casa da minha mãe, afinal de contas não da né, chegar da balada as 5 da manhã e acordar as 6 com o chorinho dele. Na casa dá vovó pelo menos eles estarão dispostos pra cuidar dele logo cedo. 

É isso aí só queria deixar registrado mais uma mudança na nossa vida, mais uma prova de que os bebês crescem e as coisas entram nos eixos, dentro da nova realidade. 

Depois do show faço um post pra dizer como foi, hehehe 
Bjs

Retorno a Pediatra

Como tinha colocado num post anterior, semana passada percebi que o Pedro estava com uma mania de colocar a mão ou a escova de dentes na boca até dar ânsia, estava ansiosa pra leva-lo na pediatra para perguntar, na verdade não resolveu muito hoje levei-o no retorno e logo perguntei sobre isso, ela me disse que pode ser uma fase, dele mesmo ou emocional, disse que tem um livro que fala bem sobre isso, que ia procurar e depois me explicava. 

Conclusão??? Fiquei mais curiosa!!! 

De antemão ela me disse para não repreendê-lo, simplesmente evitar, quando ver dizer pra não fazer, mas não brigar. Disse também que ele tem as amigdalas muito salientes e que no futuro isso pode ser caso de uma pequena cirurgia para retirada "delas". 

Ahhhhh fala sério ja fiquei tensa, mas nem quero pensar nisso agora, ela disse que só operam crianças maiores de 3 anos... to aflita :( Sobre o tal resfriado, vamos começar a investigar se é isso mesmo ou uma possível rinite alérgica... 

Quando souber a causa dessa nova mania do Pedro eu escrevo aqui.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

A vida entrando nos eixos...

Nos últimos dias venho pensando de como nossa vida mudou depois que tivemos o Pedro e como continua mudando com o passar dos meses.

No começo não foi fácil, dedicação total a ele: troca de fraldas, acordadas noturnas, cólicas, adaptações e mil descobertas, assim falta tempo para momentos a dois, para o namorico descompromissado no sofá da sala, para o banho demorado a dois, para o papo gostoso sem hora pra acabar.

E o romance? Quando começa a pintar um clima, lá vem um chorinho que não dá pra ignorar e lá vamos nós, acalmar o pequenino, pra depois, quem sabe, tentar começar tudo de novo. Isso, se o cansaço permitir.


Surgem carências, disputas de afeto, vazios, necessidades não-satisfeitas. E aí, não tem jeito, só com muita conversa e coração aberto é que a gente dá conta de se reorganizar, descobrindo novos caminhos e novas possibilidades.


Não dá pra achar que vai ser possível levar a vida de antes, dedicar-se ao parceiro da mesma maneira, cultivar o relacionamento na mesma intensidade. Não dá!


Mas vale a pena parar pra pensar que diferente não é necessariamente pior, apenas diferente.


É necessário se libertar dos anseios passados e abrir-se a nova realidade, eu por exemplo no início tive uma certa dificuldade de "aceitar" essa nova realidade, mas percebi que aceitando-a e permitindo viver cada dia de uma vez as coisas fluem bem melhor.

Hoje vejo o quanto as coisas já mudaram, quantas coisas que há um ano atrás não havia possibilidade de realizar, hoje já estamos conseguindo fazer. Coisas simples como, começar e terminar um assunto sem ser interrompidos, almoçar sem um ter que levantar e depois comer comida fria (isso ainda acontece as vezes, mas com menos frequência), sair na sexta a noite pra tomar um choppinho, visitar amigos... 

Enfim, com um pouco de paciência e tolerância, as coisas vão voltando ao normal, o bebê não será recém-nascido para sempre, nem terá um ano para sempre. Essa fase passa, mais depressa do que a gente imagina.

Diversão na água!

Não podia deixar de postar esse vídeo, não tem nada a ver com o Pedro, mas é lindo!!!! Quer dizer, tem sim, o Pedro vai adorar ver o "bagulho" batendo as patas na água, terei que repetir esse vídeo pra ele milhões de vezes....

Depois do nosso passeio, o bagulho ficou com tanto calor que foi se refrescar.

Detalhe: o som da cachoeira!!!!

Zorro e "bagulho"

Se realizando com os cavalos!!!

É como todos dizem mesmo, no começo da maternidade é complicado, ficamos muito em casa cuidando do bebê recem chegado, mas com o tempo as coisas vão se encaixando e tudo vai voltando ao normal.

Esse final de semana aconteceu tudo ao contrário do que havíamos planejado, íamos pra praia na sexta-feira, mas houve um imprevisto e resolvemos adiar.

No sábado a tarde decidimos ir dormir no sítio, já que o Pedro não ia pra praia, ao menos se encataria com os animais de lá (ele AMA).
Chegamos no sítio no finalzinho da tarde e o Pedro logo se encantou com os cavalos e os bois.
Não demorou muito e lá estava ele, no lombo do Crioulo....

O Zorro como sempre a disposição da criançada.... ele vai deixar saudade!!!

Ahhhhhhhh só pra registrar, essa foi a primeira vez que dormimos no sítio com o Pedro e foi perfeito ele dormiu a noite toda e nem se mexeu na cama, ufa!!!

Essa também foi a primeira vez que ele montou no cavalo, sempre ficava inquieto de alegria quando via de pertinho ou passando pela rua e dizia "cá", das outras vezes quando íamos coloca-lo ele ficava com medo, dessa vez não, subiu e amou....

Pedro, Crioulo e Zorro
Ele amou o passeio....


Parece um "homenzinho" sentado na cadeira.... sábado a noite.
Por incrível que pareça, de manhã no sítio é frio..... domingo
Domingo de manhã, Léo indo andar a cavalo com o Zorro.....
Gostou tanto que quis repetir a dose... domingo
De volta pra casa e o Pedro já na bagunça. Quando vimos era tarde, só deu tempo de fotografar e achar graça, rs.
Bjs...

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Socorroooooo...

Gente não sei o que acontece, socorroooooooooo!!!
Há mais ou menos 1 mês atrás o Pedro estava dormindo muito mal, muito agitado, se mexendo demais na cama e durante o dia as vezes ele batia a mão na cabeça e ficava batendo a cabeça na parede, perguntei para a Dra e ela disse que é muita agitação, pediu que o deixassemos mais calmo, sem agitá-lo muito. Receitou também um remedinho natural a base de passiflora, (Floriny) para dar antes de dormir, não está dando muito resultado, massssss está melhorando... espero que com o tempo melhore mais. Ele sempre foi bem agitado!!!!

De uns dias pra cá ele está com uma mania digamos, ESTRANHA.
Ele coloca quase toda a mão na boca até dar ânsia, na primeira vez que vi não dei muita importância achei que não fosse nada, mas minha mãe me disse que ele já fez isso na casa dela, algumas vezes com a mão e outras com a escova de dentes.

Hoje na hora do almoço, quando por alguma razão eu neguei algo a ele, ele repetiu o ato e achei estranho, ainda não falei com a pediatra sobre isso, ele tem retorno semana que vem e vou perguntar.

Deve ser algo emocional ou pra chamar atenção, não sei.

Alguem já viu isso???
Bjs

terça-feira, 17 de novembro de 2009

MEL: CONTRA-INDICADO para menores de 1 ano!

O objetivo da orientação é prevenir a ingestão do bacilo responsável pela trasmissão do butolismo intestinal. Eu por exemplo fui saber disso quando já estava grávida de uns cinco meses e acho que como eu, muitas mães não devem saber disso, sempre achei o mel muito "inocente", até mesmo para os bebês.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomenda que crianças com menos de um ano de idade não consumam mel. O objetivo da orientação é prevenir a ingestão de esporos da bactéria Clostridium botulinum, bacilo responsável pela transmissão do botulismo intestinal. Não existem restrições ao consumo de mel por crianças com mais de um ano de idade e adultos sem problemas de saúde relacionados à flora intestinal.

Apesar de não haver confirmação de casos da doença no Brasil, a atuação da Anvisa está fundamentada em publicações oficiais da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (como, por exemplo o Manual Integrado de Vigilância Epidemiológica do Botulismo) e publicações científicas sobre contaminação do mel brasileiro com Clostridium botulinum. Resultados de pesquisas apontam que 7% das 100 amostras de mel comercializadas por ambulantes, mercados e feiras livres, em seis estados brasileiros, estavam contaminadas com o bacilo.

O assunto foi pautado pela Agência em duas reuniões da Câmara Técnica de Alimentos, fórum formado por professores especialistas que fornecem suporte técnico à Gerência Geral de Alimentos da Anvisa. “A discussão ocorrida na Câmara Técnica de Alimentos resultou na publicação do Informe Técnico 37, que alerta pais e educadores para não incluir o mel na alimentação de crianças menores de um ano”, explica a diretora da Anvisa, Maria Cecília Martins Brito.

O botulismo intestinal só se inicia após a transformação dos esporos do Clostridium botulinum para a forma vegetativa (início das atividades metabólicas do microrganismo). Na forma vegetativa, esse bacilo se multiplica e libera toxina botulínica no intestino. “É importante lembrar que a multiplicação do Clostridium botulinum e liberação da toxina no intestino só ocorre em crianças que ainda não possuem a flora intestinal completamente formada ou em adultos com alguma doença que possa alterar essa flora protetora”, afirma Brito.

Em adultos sem problemas relacionados à flora intestinal, o consumo desses esporos nos alimentos não gera qualquer tipo de problema para a saúde. “A vigilância sanitária está trabalhando com o princípio da precaução, uma vez que o alto teor de açúcar e a baixa atividade de água, próprios do mel, impedem a germinação do esporo e, conseqüentemente, a produção da toxina”, finaliza a diretora da Anvisa.

Botulismo

O botulismo é uma doença neuroparalítica grave, não contagiosa, resultante da ação de uma potente toxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Quando provocada pela ingestão de alimentos contaminados, é considerada doença transmitida por alimento. Nas amostras de alimentos é comum encontrar formas esporuladas do Clostridium botulinum, em especial no mel.

O botulismo intestinal é um modo de transmissão do botulismo e ocorre com maior freqüência em crianças com idade entre 3 e 26 semanas. Está associado à ingestão de esporos da bactéria presentes em alimento contaminado.

De acordo com a Portaria 5/2006, da Secretária de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, o botulismo é doença de notificação compulsória. As suspeitas de casos exigem notificação à vigilância epidemiológica local e investigação imediata.

Ascom/Assessoria de Imprensa da Anvisa

Será?????

Estou aqui no trabalho e como hoje está tranquilo, resolvi ler alguns blogs e encontrei esse texto que achei super legal, não sei quem é o autor (onde encontrei tbem não dizia).

Bom, aí vai o texto:


Como diz o ditado, o 1º filho é de vidro, o 2º é de borracha, do 3º para frente é de ferro. *A ordem de nascimento das crianças*

Irmãos mais velhos têm um álbum de fotografia completo, um relato minucioso do dia que vieram ao mundo, fios de cabelo e dentes de leite guardados. Já os caçulas penam para achar fotos do primeiro aniversário e mal sabem a circunstâncias em que chegaram à família

O que vestir

1º bebê - Você começa a usar roupas de grávidas assim que o exame dá positivo
2º bebê - Você usa as roupas normais o máximo que puder
3º bebê - As roupas para grávidas SÃO suas roupas normais

Preparação para o nascimento

1º bebê - Você faz exercícios de respiração religiosamente
2º bebê - Você não se preocupa com os exercícios de respiração, afinal lembra que, na última vez, eles não funcionaram
3º bebê - Você pede para tomar a peridural no 8º mês.

O guarda-roupas

1º bebê - Você lava as roupas que ganha para o bebê, arruma de acordo com as cores e dobra delicadamente dentro da gaveta
2º bebê - Você vê se as roupas estão limpas e só descartas aquelas com manchas escuras
3º bebê - Meninos podem usar rosa, né?

Preocupações

1º bebê - Ao menor resmungo do bebê, você corre para pegá-lo no colo
2º bebê - Você pega o bebê no colo quando seus gritos ameaçam acordar o irmão mais velho
3º bebê - Você ensina o mais velho a dar corda no móbile do berço

A chupeta

1º bebê - Se a chupeta cair no chão, você guarda até que possa chegar em casa e fervê-la
2º bebê - Se a chupeta cair no chão, você a lava com o suco do bebê
3º bebê - Se a chupeta cair no chão, você limpa na camiseta e dá novamente ao bebê

Troca de fraldas

1º bebê - Você troca as fraldas a cada hora, mesmo se elas estiverem limpas
2º bebê - Você troca as fraldas a cada duas ou três horas, se necessário
3º bebê - Você tenta trocar a fralda antes que as outras crianças reclamem do mau cheiro

Banho

1º bebê - A água é filtrada e fervida e sua temperatura medida por termômetro.
2º bebê - A água é da torneira e a temperatura é fresquinha.
3º bebê - É enfiado diretamente embaixo do chuveiro na temperatura que vier.

Atividades

1º bebê - Você leva seu filho para as aulas de musicalização para bebês, teatro, contação de história...
2º bebê - Você leva seu filho para as aulas de musicalização para bebês
3º bebê - Você leva seu filho para o supermercado, padaria...

Saídas

1º bebê - A primeira vez que sai sem o seu filho, liga cinco vezes para casa para saber se ele está bem
2º bebê - Quando você está abrindo a porta para sair, lembra de deixar o número de telefone de onde vai estar.
3º bebê - Você manda a babá ligar só se vir sangue

Em casa

1º bebê - Você passa boa parte do dia só olhando para o bebê
2º bebê - Você passa um tempo olhando as crianças só para ter certeza que o mais velho não está apertando, beliscando ou batendo no bebê
3º bebê - Você passa um tempinho se escondendo das crianças

Engolindo moedas

1º bebê - Quando o primeiro filho engole uma moeda, você corre para o hospital e pede um raio-x
2º bebê - Quando o segundo filho engole uma moeda, você fica de olho até ela sair
3º bebê - Quando o terceiro filho engole uma moeda, você desconta da mesada dele

Tudo bem que ainda não passei do primeiro filho, mas super me identifiquei!
Até me preocupei um pouco, pois o Pedro está mais para segundo do que para primeiro.
Cheguei a me questionar, será que sou uma mãe relapsa? E por isso, em minha defesa, eu dividiria não por filhos, mas por semestres: 0 a 6 meses, 6 meses a 1 ano, etc. Pra poder acreditar que em algumas vezes pegar chupeta do chão, lavar com o próprio suco do bebê e devolver na boca é coisa normal e super básica - mesmo pro primeirão (se ele já tem 1 ano.)

Banho com água filtrada também nunca rolou com ele, media a temperatura da água colocando o meu cotovelo ou as costas da minha mão, ele nunca se queimou; também não ligo mil vezes quando saio sem ele, só fica em "boas mãos"...

De uma coisa estou certa amo meu filho mais que tudo nessa vida se a maneira que eu amo não for igual de outras pessoas, não significa que o ame menos.

Filho a mamãe é assim meio desencanada, diria.... SEGURA, mas te amo de montão, você é minha alegria, depois de você nunca mais passei um dia da minha vida sem dar um sorriso sincero. Você é meu TUDO!!!!

(e ele me ama mesmo assim)

O Pedro A*D*O*R*A* !!



Todos os dias pela manhã enquanto eu dou um jeito na casa e me arrumo para mais um dia de trabalho o Pedro se encanta com as aventuras dos amigos Tigrão e Pooh, acordamos e logo o desenho começa, já arrumo um mamá pra ele e enquanto mama vai se divertindo, ele ama as músicas, sem contar que o desenho é bem educativo, muito inocente, sem maldades e muito lindo, ideal para as crianças. Até eu aprendi a gostar, sei cantar todas as músicas..... rs

Pra quem ainda não conhece aí vão os personagens atuais da série.

Pooh é um urso amigável que está sempre disposto a ajudar seus amigos. O ursinho adora mel, mas sua eterna busca sempre lhe traz problemas. Quando Pooh fica sem essa doçura, ele pega emprestado um pote (ou vários) ou tenta conseguir um pouco na colméia do Bosque dos 100 Acres.

Darby é a prima de Cristopher Robin uma personagem que só aparece na série Meus amigos Tigrão e Pooh e é a líder do Grupo de super detetives do Bosque dos 100 Acres, tem como Mascote o Buster.

Buster é o mascote da Darby e também mascote do grupo de super detetives do Bosque dos 100 Acres e só aparece na série Meus amigos Tigrao e Pooh ganhou uma medalha com a marca dos Super Detetives.

Leitão é um porco muito pequeno e amigo de Pooh. Ele tem um medo constante do escuro e está sempre muito ansioso sobre qualquer coisa relacionada ao desconhecido. Toda vez que está com medo, ele grita "Ohhhh, meu Deus!". Mesmo sendo um "animal muito pequeno", Leitão enfrenta seus medos para ajudar seus amigos.

Tigrão é um tigre hiperativo que adora pular, pois isso é o que "os tigres sabem fazer melhor". Ele é o preferido de todos do Bosque dos 100 Acres, exceto do Abel (coelho), a quem ele enlouquece com seus pulos. Tigrão adora experimentar coisas novas, mas sempre percebe que essas aventuras não são tão fáceis quanto parecem.

Coelho mal-humorado e sempre preocupado que alguém, geralmente Tigrão, destrua seu belo jardim. Abel gosta de uma vida serena, sem muitas surpresas, mas Tigrão e Pooh sempre lhe garantem algumas. Mesmo com a fama de pão-duro, Abel sempre ajuda Kessie, um azulão que ele encontrou e cuidou.

é um burro amável, pessimista e melancólico. Bisonho nunca está feliz, mas sua irritabilidade pode ter origem no fato de que sua cauda é alfinetada. O desastre sempre o persegue: quase todas as casas de Ió já caíram, foram inundadas ou foram atacadas pelos pulos do Tigrão.

Bolota é um elefante, uma espécie de animal fictícia semelhante a um elefante, porém são maiores, roxos e tem cauda de coelho.

Guru é um jovem canguru. Ele é o filho de Dona Can e o melhor amigo de Tigrão. Mesmo sabendo o que pode acontecer, o pequeno Guru está sempre metido em confusões, mas todas as vezes, ele aprende uma lição. Ele gosta de descobrir as pequenas maravilhas da vida. Guru é bom e simpático e sempre expressa seus pensamentos como se fosse mais velho e mais sábio para sua idade.

Essa é a abertura do desenho 


segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Soja para bebês só com prescrição médica

São diversos os benefícios do grão. Mas será que têm o mesmo efeito nos pequenos? As mães precisam tomar cuidado, pois o organismo de um adulto é diferente. A ingestão da substância pode trazer doenças para o seu filho

Muito já foi falado sobre os benefícios da soja. Além de ser um alimento saudável, acredita-se que possa prevenir e combater diversas doenças. Hoje em dia são feito hambúrgueres, creme de leite e até mesmo sucos e leites à base da substância. Como eles estão na moda, muitas pessoas ingerem bebidas e comidas feitas com o grão.

Muitas mães pensam que “se faz bem para mim, vai fazer bem para o meu filho”. Mas não bem assim que funciona o organismo humano. Especialistas alertam que nem tudo que é bom para os adultos é recomendado para os bebês, pois estes têm necessidades nutricionais específicas.

Para esclarecer essa dúvida, o gastroenterologista e nutrólogo, José Vicente Noronha Spolidoro, professor do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica), explica os mitos que envolvem o uso da soja na alimentação infantil.

1. O que é mais indicado para o bebê: leite de vaca ou bebidas de soja?

Nenhum dos dois. Isso porque a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que o bebê receba exclusivamente o leite materno até os seis meses de idade. Após esse período, o leite materno deve ser complementado com outros alimentos.

No entanto, o leite de vaca não é considerado pela Sociedade Brasileira de Pediatria apropriado para crianças menores de um ano, pois contém nutrientes em quantidades inadequadas para o desenvolvimento do bebê como: pouco carboidrato, muita proteína que compromete a digestão, alta taxa de sódio que contribui para a sobrecarga dos rins, baixos níveis de vitaminas D, E e C e quantidade insuficiente de ferro e zinco.

Dessa forma, tanto o leite de vaca quanto bebidas de soja são recomendados para crianças maiores de dois anos de idade, mas é importante ressaltar que bebidas de soja contém quantidade insuficiente de cálcio, ao contrário do leite de vaca.


2. Qual a diferença entre fórmula infantil de soja e o extrato de soja?

Indicada sob prescrição médica, a fórmula de soja contém proteína isolada de soja e recebe adição de outros nutrientes essenciais para o desenvolvimento do bebê, tornando-se nutricionalmente completa.

Além disso, essas fórmulas são isentas de lactose (açúcar presente no leite) e sacarose, sendo indicadas apenas para casos de intolerância (muito rara no primeiro ano de vida, pois nesta idade, a intolerância ao leite é definida como alergia à proteína do leite de vaca ) ou em situações nas quais for necessário retirar o leite de vaca da dieta.

Já o extrato de soja é obtido a partir de grãos de soja e apresenta deficiências de certos nutrientes para o desenvolvimento do bebê como gorduras, cálcio, carboidrato, além de não conter a metionina e aminoácido (responsável pela redução dos níveis de colesterol no sangue e na remoção de restos tóxicos do fígado).


3. A partir de qual idade a mãe pode oferecer bebida de soja, iogurte e outros derivados do grão ao bebê?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, produtos à base de soja são indicados para crianças maiores, adolescentes e adultos, mas não para bebês ou crianças com idade inferior a dois anos. Antes de um ano de idade, o extrato de soja pode causar alergia e deficiência nutricional no bebê. Já as fórmulas infantis de soja podem ser usadas no primeiro ano de vida de acordo com a orientação do pediatra.

4. E no caso das crianças com alergia ao leite de vaca? O leite de soja é indicado?

A alergia à proteína do leite de vaca é responsável por 90% dos casos de alergia alimentar no primeiro ano de vida e pode ocorrer nos primeiros três anos de vida. É uma reação do sistema imunológico do bebê à proteína do leite, gerada pelo consumo de fórmulas infantis à base de proteína do leite de vaca ou em lactentes com amamentação exclusiva devido ao leite de vaca consumido pela mãe e transmitido ao bebê pelo leite materno.

Como o intestino e o sistema imunológico do bebê ainda são imaturos, ele reconhece a proteína do leite de vaca como um corpo estranho e produz anticorpos contra essa proteína, provocando problemas gastrintestinais (diarréia com ou sem sangue, constipação, náuseas e vômitos), respiratórios (asma, rinite e chiado no peito) e na pele (manchas vermelhas, lesões nas dobras e coceiras).

Nesses casos, o tratamento exige a exclusão total do leite de vaca e derivados da dieta. Dessa maneira, as fórmulas à base de soja não são indicadas para o tratamento da alergia à proteína do leite de vaca, pois também contém a substância potencialmente alergênicas.

Uma das alternativas que o médico pode indicar para o tratamento é a substituição do leite por fórmulas infantis especiais à base de proteínas extensamente hidrolisadas (nesse processo a proteína é fragmentada e tem menor chance de causar a reação alérgica) ou fórmula especial composta de aminoácidos livres.


5. Uma criança com intolerância à lactose pode consumir bebida de soja?

Sim. A intolerância à lactose acontece, geralmente, em crianças maiores (a partir da fase pré-escolar), adolescentes e adultos, caracterizando-se pela dificuldade do intestino em digerir o açúcar do leite (lactose). Isso ocorre devido à falta ou deficiência da lactase, enzima que ajuda o organismo a digerir e absorver o açúcar do leite. O tratamento requer orientação nutricional com produtos sem lactose como é o caso da bebida de soja.


Conheça alguns tipos de restrição alimentar

Intolerância à lactose
Nas crianças com intolerância à lactose, elas podem ingerir quantidades limitadas de leite e seus derivados. O consumo é indicado para garantir o atendimento às recomendações de cálcio, fósforo, magnésio e vitaminas. Também se recomenda o consumo de produtos sem lactose.

Alergia ao leite de vaca
É importante excluir de forma completa o leite de vaca e seus derivados, além de todos os alimentos preparados com leite. Além disso, não se deve consumir alimentos industrializados que contenham na rotulagem caseína, caseinato e proteínas do soro, substâncias que indicam a presença da proteína do leite de vaca.

Do que será que ele está rindo tanto??



Esse video também está no youtube

Beijos

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

O vilão Bisfenol A (BPA)

Você já deve ter ouvido falar que as mamadeiras plásticas estariam causando danos à saúde dos bebês, segundo estudo norte-americano.

O BPA (do inglês Bisphenol A), que é o protagonista da polêmica, compõe o polímero mais usado na confecção de mamadeiras, o policarbonato, que também é utilizado na fabricação de produtos como lentes para óculos, copos, CDs e DVDs, por ser muito resistente ao calor e a impactos.

Com o tempo de uso, a substância é liberada dos recipientes plásticos que entram em contato com o leite e outros alimentos oferecidos ao lactante. O aquecimento das mamadeiras, a colocação de líquidos muito quentes, a presença de alimentos ácidos e a lavagem contínua com produtos de limpeza básica tem demonstrado aumentar, ainda mais, a taxa de liberação de Bisfenol A.

Centenas de estudos publicados na última década comprovam alto grau de efeitos nocivos à saúde ocasionados pelo BPA. Eles apontam que o Bisfenol A interfere no crescimento saudável e no bom funcionamento do organismo, além de causar danos aos sistemas neurológico, imunológico e reprodutor.

As pesquisas correlacionam à exposição a baixos níveis de BPA, o aumento dos casos de câncer de próstata e mama, a diminuição da contagem espermatozóides, a puberdade feminina precoce, efeitos neurológicos semelhantes ao déficit de atenção e hiperatividade, diabetes e obesidade em animais de laboratório.

O Governo canadense foi o primeiro a restringir a utilização do policarbonato no setor de alimentos, proibindo a fabricação, venda, importação e propaganda de mamadeiras à base desse polímero.

Em todos os países há regulamentos específicos sobre os diferentes materiais em contato com alimentos. Aqui no Brasil, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária do Brasil) afirma que não há motivo para preocupação se o uso do Bisfenol A na fabricação de embalagens para alimentos e bebidas estiver adequado à quantidade estipulada pela Lei (0,6 mg/kg de material plástico).

A alternativa para proteger bebês e crianças dos danos causados à saúde pelo Bisfenol A é a utilização de recipientes de vidro, desenvolvidos em polipropileno (matéria-prima que não contém a substância) ou de aço inoxidável. Caso não seja possível evitar os recipientes em policarbonato, é aconselhável não usar detergentes, nem colocá-los na lava-louça. Ao invés disso, limpar com água morna, sabão e esponja.

Outra dica é evitar aquecer alimentos em recipientes de policarbonato, já que o Bisfenol A tende a ser eliminado mais rápidamente quanto levados a temperaturas mais altas.

Disponibilizar informações adequadas para que se possa realizar escolhas de produtos corretos, por enquanto, é a maior preocupação contra o Bisfenol A.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Calendário de Vacinas

Como é difícil e extremamente importante levar um filho para tomar vacina, hoje o Pedro tomou mais duas que compõem o calendário de vacinas complementares, ufa!!!

Agora falta pouco!!!!

Quando ele era menor só chorava de dor, hoje ele já chorou na hora que deitou na maca, queria que aquelas picadas fossem em mim, que dó.... mas é para o bem dele.

Foi a primeira vez que ele tomou a vacina no IMUNO CENTER Vacinas, até então ele sempre tinha tomado no CEPOG e é bom ressaltar aqui que as vacinas complementares são de extrema importância e por incrível que pareça elas são pagas e mais que isso .... são SUPER CARAS (no IMUNO CENTER a vacina é mais barata que no CEPOG), mas isso não nos impediu de da-las, economizamos em outras coisas para poder vaciná-lo.

Não tem preço que pague a saúde de um filho, ver um filho doente é a pior coisa do mundo.


Abaixo coloquei cada vacina e do que ela protege:

- BCG (obrigatória) - Pedro tomou na maternidade.


A vacina BCG protege a criança do Bacilo Calmette-Guérin, que pode causar graves casos de tuberculose. É administrada uma dose única em crianças com peso superior a 2 quilos.
A vacina é aplicada por meio de uma injeção, que forma uma pequena cicatriz no braço algumas semanas depois. Uma curiosidade que a pediatra me disse: se o local da vacina não inflamar até os 6 meses, a criança deve tomar outra dose, a reação é sinal de o organismo recebeu bem a vacina.
- Hepatite B - 3 doses (obrigatória): tomou 11/08/08 - 11/09/08 - 11/02/09.

A primeira dose da vacina contra a hepatite B também deve ser administrada na maternidade, preferencialmente nas primeiras 12 horas de vida do recém-nascido. Ela é aplicada em forma de injeção, dada normalmente na região da coxa. A imunização da hepatite B deve ser realizada em três doses, com intervalos de 30 dias da primeira para a segunda e 180 dias da primeira para a terceira dose.
- Sarampo, rubéola e caxumba: Tomou dia 05/09/09

A tríplice viral (SRC) deve ser tomada aos 12 meses, em uma única dose. Administrada por meio de injeção, ela deve ser reforçada entre os 4 e 6 anos de idade.
- Rotavírus 2 doses (obrigatória): Tomou dia 13/10/08 e 11/12/08.

A vacina oral de rotavírus humano (VORH) entrou no calendário de imunização oficial em 2006, tornando o Brasil o primeiro país a disponibilizar a prevenção em seu sistema de saúde. O rotavírus provoca gastroenterite, que agride o estômago e o intestino causando diarreia, febre e desidratação. A vacina é administrada por via oral e normalmente não apresenta reações. Seu uso é contraindicado em crianças com problemas de imunodeficiência, como HIV positivas.
Além das vacinas obrigatórias distribuídas gratuitamente pelo Ministério da Saúde, clínicas e hospitais particulares também possuem algumas opções para reforçar o sistema imunológico das crianças. Antes de decidir, é recomendável conversar com o pediatra sobre a necessidade dessas vacinas.

- (DTP + Hib) + Polio - 4 doses: Tomou POLIACEL 13/10/08 - 11/12/08 - 11/02/09 - 12/11/09.
No caso da Tetravalente (DTP+Hib) e da Pólio, elas são fornecidas gratuitamente pelo Ministério da Saúde mas geralmente elas dão reação (febre) e a Poliacel (DTaP - acelular) não dá reação nenhuma.
A vacina protege a criança da difteria, coqueluche, tétano, meningite e outras infecções causadas pelo Haemophilus influenzae tipo b. São necessárias três doses da vacina (com um intervalo de 60 dias entre elas), além de dois reforços só da Tríplice Bacteriana-DTP (administrados aos 15 meses e entre os 4 e 6 anos). Poliomelite apesar de ter sido erradicada no país, a paralisia infantil ainda não tem tratamento, o que torna a sua prevenção ainda mais necessária. A imunização é realizada por via oral, com apenas duas gotas da vacina. São necessárias três doses (aplicadas a cada 60 dias), além de reforços periódicos até os cinco anos.
- Pneumocócica: Tomou PREVENAR 13/10/08 - 11/12/08 - 11/02/09 - 12/11/09

Recomendada a todas as crianças de até 5 anos, a vacina previne a ação de bactérias tipo pneumococo, responsáveis por doenças como meningite, pneumonia, otite média aguda, sinusite e bacteremia. São necessárias três doses da vacina, que devem ser tomadas com 60 dias de intervalo entre elas. Também é preciso administrar um reforço entre os 12 e 18 meses de idade. Crianças maiores de dois anos recebem uma dose única da vacina.
- Meningocócica: Tomou MENINGITEC 08/05/09 - 22/07/09 falta reforço até 2 anos

Essa vacina imuniza os bebês da bactéria meningococo C, responsável pela meningite que ataca crianças até os 4 anos de idade. Recomendam-se duas doses no primeiro ano de vida, e uma dose de reforço entre 12 e 18 meses de idade. Crianças maiores de um ano devem tomar apenas uma dose.

- Varicela (catapora): Ainda não tomou.

A vacina que previne a catapora possui dose única, mas um reforço entre os 4 e 6 anos diminui o risco de surtos durante o período escolar. Se administrada até 5 dias após o contato com o vírus, a vacinação também funciona de forma preventiva.
- Hepatite A - 2 doses: Ainda não tomou.

Recomendada para todas as crianças a partir dos 12 meses, a vacina serve como proteção mesmo após o contato com pessoas que possuam a doença, desde que administrada em até duas semanas.
Crianças e adolescentes não vacinados previamente contra hepatite A e B podem receber a vacina combinada A+B, que segue o esquema de três doses.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

ATUALIZANDO!!!

De agora em diante as datas estarão atualizadas!!!

Ortopedista

11 de Novembro!!!!

Há alguns dias percebemos que o Pedro tem um leve afastamento entre os joelhos, falei sobre isso com a Dra. Ângela e ela o encaminhou para uma ortopedista infantil em Taubaté (fala sério né, Guará não tem um ortopedista especializado em crianças) Dra. Elisa.


Marcamos a consulta pra ontem e lá fomos nós, eu, Pedro, vô Jhow e vó Rose (uma galera) mas até que foi bom eu não ter ido sozinha com ele, afinal ele começou a se irritar no caminho, porque queria sair da cadeirinha, aff... se estivesse sozinha já era e no consultório a presença da minha mãe foi fundamental, ele não parou um segundo, o consultório lotado de gente e o Pedro cheio de energia, como sempre não ficava quieto.


Até aí tudo bem se não fosse a demora no atendimento, estávamos com horário marcado para as 16:30 e fomos atendidos as 19:10.... é mole???


Não da pra acreditar não é?? Quando uma criança de 1 ano e 2 meses tem paciência para aguardar 2/30 hs num lugar estranho e sem conforto??? Ah é brincadeira viu!


Minha vontade foi de vir embora, mas não resolveria nada, precisava saber sobre esse "probleminha" na perna dele.


A médica (por sinal muito simpática) até desbancou minha cara de mau humor.... disse que isso é comum em crianças menores de 3 anos e que no caso dele parece ser fisiológico, que mudará com o passar dos meses.... Pediu uma radiografia (escanometria) e vai acompanha-lo de 3 em 3 meses, havendo melhoras passará a ser de 4 em 4 e até de 6 em 6 meses.

Pediu para deixa-lo descalço, mudar o modelo do tênis (começar a usar de cano alto), indicou natação para fortalecer a musculatura das pernas, enfim alguns cuidados que ajudarão na melhora.

Primeira vez no cabeleireiro

09 de Novembro!!!

Não tinha mais como adiar, minha mãe e eu já haviamos dado umas aparadinhas na juba do Pedro, mas parecia que quanto mais a gente cortava, mais o cabelo crescia.

Com esse calor também nada melhor do que cabelo curtinho!!!


Vou sentir saudades daquela cabeleira, amava os cachinhos dele, mas ta lindo do mesmo jeito....


Quietinho fazendo o pezinho com a máquina.
Antes...... e depois.

Final de semana diferente....

08 de Novembro!!!

Esse final de semana foi uma delícia, começando pela sexta, logo que chegamos do trabalho curtimos um pouco o Pedro, afinal de contas de sexta a domingo tiramos o atraso e matamos a saudade que sentimos dele, depois fomos no shopping comprar um presentinho pra irmã do léo... hj é aniversário dela e da linda da Paulinha, DUAS DESEJO A VOCES TODA FELICIDADE!!! Aproveitamos e comemos algo na rua mesmo.

No sábado a tarde fomos comemorar o niver da Valéria e depois fomos na casa de um casal de amigos, tava rolando um quibe cru MARAVILHOSO la, tomamos uma cerveja e jogamos conversa fora, o Pedro pra variar, ficou admirado com o gato e fazendo chuvinha (jogando o suco ou agua da mamadeira) por todo o quintal...

No domingo estava tudo certo para irmos ao sítio mas meu pai precisou voltar ainda pela manha então ficamos por aqui mesmo.

Como fazia muito tempo que a Valeria e o Manoel não viam o Pedro, o deixamos na casa dos avós e fomos almoçar na Churrascaria da Serra.... D I V I N O!!!! Um almoço completamente diferente, sem choro de criança, hehehe.

Aí vão algumas fotos do Pedro em casa aprontando no final de semana!!!!

Cavalinho no papai
Ele pensa que faz parte do móvel adora ficar aí dentro... rsrsDentro da casinha dos cachorros... figuraaaa (num instante que fui ate a cozinha quando voltei ele ja estava ai dentro)
Dentro da gaveta de roupas, fala sério... ele sempre faz isso

Sinusite??? Aff!

29 de Outubro!!!

No sábado dia 23 o Pedro amanheceu com os olhos grudados, achei que pudesse ser alguma irritação, limpei e no dia seguinte amanheceu mais sujo ainda, uma remela amarela e bem grudenta, achei estranho o fato de ter aumentado, resolvi ligar para a pediatra e ela como sempre foi muito atenciosa comigo, indicou um colírio (Tobrex), pinguei da maneira que ela recomendou e no dia seguinte (segunda) não havia mais nada, eu na minha ignorância parei com o colírio e algumas horas depois minha mãe me ligou dizendo que ele estava com os olhos bem sujos "daquela" remela. Marquei uma consulta com o oftalmo e com a pediatra.

No ofltalmo o Dr. Fabio Cavalca muito atencioso também disse que tratava-se de uma conjutivite catarral e como a remela era o único sintoma ele mandou continuar com o Tobrex por 10 dias.

De qualquer forma como ja havia marcado uma consulta com a pediatra, lá fomos nós.

Quando chegamos ela examinou e ainda me deu uma "chamadinha", disse que fui precipitada levando-o no oftalmo, que ela sim saberia a causa da tal "conjutivite", após examiná-lo ela me disse que ele estava com uma sinusite forte e como a região do nariz estava com muito catarro, esse saia pelos olhos.... QUE DÓ!!! Nunca imaginei que isso pudesse ocorrer, mas fazia muito sentido.

O que me dá mais pena é que ele não reclamou de nada, se não fosse os olhos sujos eu não teria notado nenhuma diferença.

Ela receitou antibiótico (Novamox), inalação, anti alérgico (Celestamine) e salsep (para lavar as narinas). Em dois dias ja não havia mais nada, mas o tratamento irá durar até o dia 06/11.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Visitando os padrinhos!!!

20 de Setembro!!!

Ontem estávamos num churrasco e o leo recebeu um telefonema do trabalho, solicitando sua presença urgente, pois havia ocorrido uma pane nos computadores e ele teria que ir o quanto antes, fomos todos... eu, ele e o Pedro, levamos roupas caso houvesse necessidade de dormir por lá.

"Dito e feito", demorou tanto pra resolver a pane, que tivemos que passar a noite em SJC, eu e o Pedro ficamos na casa da Valéria e do Manoel até o leo voltar, foi ótimo, assim eles puderam curtir o Pedro o dia todo.


No dia seguinte (domingo) o leo precisou retornar ao CTA caso ocorresse uma nova pane, levamos o Pedro no parquinho ele amou!!!


Ficamos em SJC ate umas 5 da tarde, aproveitamos para passear e curtir um fds diferente.


De frente com o mar!!!

15 de Agosto!!!

Nossa como estava ansiosa pra leva-lo na praia, esperei tanto por esse dia, mais até que o dia do aniversário dele, queria ver sua reação quando estivesse de frente com o mar, afinal de contas ele ama água e na verdade a reação foi a que eu esperava, ele ficou encantado, admirado.... Puxou a mamãe.... rsrs

Aí estão...


Praia Grande - Ubatuba O Pedro amou, não teve medo e nem ligou pra água fria, lindo!!!
Não tirava o olho do mar...
Só curtindo uma piscininha.
Segundo dia... madrugando na praia, hehehe
Praia das Toninhas segundo dia, muito sol ele amouuuuuuuuuuu!!!!

Parabéns Meu Filho!!!!

08 de Agosto!!!

Dia 08 de agosto de 2009, um dia lindo de sol supreendia a todos nós, pois estávamos preocupados com o tempo que ha dias só chovia.

Graças a Deus no dia da festa o dia amanheceu lindo, céu azul, sol brilhando e o Pedro num pique só, parece que sabia que aquele era o grande dia, dia de comemorar seu 1º ano de vida.

A festinha estava marcada para as 17:30, deu tudo certo!!!

Ahhhhhhh o Pedro ainda estava engatinhando hehehe...


segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Um Ano de vida!!!!

11 de Agosto de 2009!!!

Neste primeiro ano pude concluir que tudo correu muito bem, o Pedro é uma gracinha, muito alegre, esperto e muito saudável. Nunca teve nenhum problema que exigisse maiores atenções, na verdade, a única coisa que ele teve foi uma virose uns 15 dias antes de seu aniversário, foram dois dias de febre entre 38º e 38,5º, diarréia e manchas brancas na garganta, até achei que fosse infecção, mas a pediatra me informou que antes de 1 ano e meio isso é muito raro, em uma semana já não havia mais nada.


Voltando a comentar sobre seu primeiro ano de vida... No começo quando ainda estava afastada do trabalho, ficava muito tempo dentro de casa, a disposição dele, bebês exigem muito da gente, nada mais natural eu sei, mas nunca tinha passado por isso, pra mim era tudo novidade, era mama de 3h em 3h, fraldas sujas, banhos, roupinhas para lavar, passar... Sem contar a casa e os cães que também precisavam de uma certa atenção... Conclusão? Não encontrava tempo pra mim, nada mais natural também, hehe (mas estranhei bastante), sei que quando saia de casa era uma festa, hehehe, me arrumava, me perfumava, até mesmo para ir ao supermercado, rsrs. Como se fosse um dia especial e na verdade era.... Naquela situação que estava vivendo era diferente de todos os outros dias.


Começamos a sair (eu e o Pedro) depois que ele completou um mês de vida, já havia tomado algumas doses de vacina e não havia problemas, mas só podíamos ir a lugares abertos, com poucas pessoas. Perfeito!!! Só íamos à fábrica mesmo.


Cuidava dele, dava banho e lá pelas 10 da manhã estávamos nós a caminho da empresa, ficávamos lá até umas 2 da tarde, aproveitava para almoçar com meus pais e eles aproveitavam para babar no Pedrão, hehehe.


Assim fomos levando por sete meses, mas a cada mês ia melhorando mais e mais, depois de uns 5 meses já íamos com a tia Paulinha passear no shopping, íamos no Zurita tomar açaí, passeios no sítio, casa de amigos, enfim... Quanto mais ele crescia mais “batíamos perna”.


Antes de ele completar sete meses eu voltei ao trabalho, meu pai estava precisando de mim na fábrica e eu estava sentindo falta do meu dia-a-dia lá (pode parecer estranho para algumas pessoas, mas sabendo o quanto o Pedro estava bem e já grandinho, queria muito voltar ao trabalho e precisava) e ele passou a ficar com a minha mãe, era muito bom, pois assim podia almoçar com ele e vê-lo sempre que quisesse, foi ótimo, ele se adaptou muito bem.


Nessa época também ele já se alimentava de papinhas salgadas, frutas e sucos, o peito era só 3x por dia, então já não dependia tanto assim de mim.


Diminuindo a freqüência das mamadas foi diminuindo também meu leite e em pouco mais de um mês já não havia mais nada. No começo me senti um pouco mal, uma sensação de separação, como se ele realmente não precisasse mais de mim, em partes isso também me afetou, mas logo fui me acostumando com a idéia de não amamentá-lo mais. Foi muito bom ele ter mamado por quase oito meses, fiquei feliz com isso!!


É como eu sempre digo: É muito fácil ser mãe do Pedro (desde a gravidez)

  • Tive poucos enjôos;
  • Ganhei apenas 10 quilos e em 4 meses já havia perdido 11;
  • Minha cesárea foi tranqüila, só tive dor no dia seguinte ao parto;
  • O Pedro pegou meu peito de primeira e sempre mamou bastante;
  • Teve poucas cólicas (não precisei fazer restrição alimentar, só evitava feijão);
  • Ele sempre foi muito saudável;
  • Abre a boca para tomar remédio “docinho”;
  • Ama banho e água fria;
  • Alimenta-se muito bem;
  • Sorri sempre;
Mas como tudo tem dois lados, ele tem um probleminha:
  • DORME MALLLLLLL, aff.
Mesmo estando muito feliz e realizada com a maternidade, neste 1º ano senti muito pelo fato de ter que estar sempre em casa. Nosso réveillon foi atípico, pela primeira vez na vida assisti o SHOW DA VIRADA na TV, só eu e o Leo, estouramos um champanhe e fomos dormir super cedo, pra ele foi tranqüilo, aceitou muito melhor que eu toda essa mudança. Carnaval também super tranqüilo, fomos pro sítio um dia e foi muito bom sair um pouco de casa.

Com o tempo começamos a fazer vários programinhas light.


Ahhhhhh de janeiro a julho de 2009 estava concluindo o último semestre da faculdade, tinha aula presencial toda sexta-feira e quando eu ia, deixava o Pedro com minha sogra, que sempre foi um amor comigo, depois dos 20 dias que minha mãe ficou em casa, ela “cuidou” de mim como se fosse sua filha. No início me mandava almoço e estava sempre disposta a me ajudar.


Em abril, comecei a ver os detalhes para a festa de 1 ano do Pedro, como sempre queria ver tudo com antecedência para depois não ficar na correria. Em menos de um mês achei tudo, um Buffet novo em Guará, tudo muito lindo!!! Ahhh o tema não podia ser outro: CIRCO, muitas cores e muito alegre (a cara do Pedro). Depois foi só aguardar o dia 08 de agosto (sábado, afinal seu aniversário mesmo cairia na terça-feira dia 11).


Depois disso, minha preocupação passou a ser com relação a seus primeiros passos, ele engatinhava muito desde os 5 meses e aos 11 meses ensaiava uns passinhos, mas não tinha segurança em andar sozinho, adoraria que ele estivesse andando no dia da festa assim aproveitaria mais.


Posso dizer que muita coisa mudou nesse primeiro ano, um dia li uma frase que amei: “SEM DEIXAR DE SER EU MESMA, MUDEI COMPLETAMENTE”, e é exatamente isso, continuo sendo a mesma pessoa, amiga, com os mesmo ideais e princípios, mas hoje posso dizer que sou uma pessoa melhor: mais dedicada, mais solidária, mais família, menos egoísta, mais forte, administrando melhor minha falta de paciência, mais sensível, mais preocupada com o futuro da humanidade e do planeta, etc....


SER MÃE É BOM DEMAIS, dá trabalho... MAS É MUITO BOM!!!

Algumas fotinhas desse 1º Ano Mágico!!!

15 de Agosto - Tomando sol.... (4 dias)
22 de Setembro - Batendo as perninhas e bracinhos (1 mês e 11 dias)
02 de Outubro - Zé Bochecha (quase 2 meses)
22 de Novembro - Lindoooo (3 meses e 11 dias)
28 de Dezembro - Indo se despedir da tia Sandra (pouco mais de 4 meses)01 de Janeiro - Vovô babãoooooo
03 de Janeiro - Ele é só sorriso (quase 5 meses)
15 de Janeiro - Início do suquinho, por enquanto só laranja serra d'agua (ele amou)
15 de Janeiro - Primeiro dia da papinha salgada e das frutas também (comeu tudo).18 de Janeiro - Que pé gostosoooooo (5 meses)11 de Fevereiro - Aniversário de 6 meses
21 de Fevereiro - CARNAVAL!!!!!
28 de Março - (7 meses) - Vô Sérgio se formando em filosofia (família Leite).
Almoço de comemoração (pesqueiro), formatura do vô Sérgio.Vovó e vovô...Pedro e o bisavô Dedé....
24 de Abril - Pedro em casa (8 meses)Como ele é alegre...
05 de Maio - Aniversário do vô Jhow no Ganisa - Daniel, vovô, Pedro (9 meses) e Gabriel.O vô Jhow estava muito feliz nesse dia. Quer dizer, todos nós. Foi muito bom reunir as crianças.
04 de Junho - Mano Pedro (10 meses) !!!
Pedro dentro do porta malas do carro, adorandoooooo!!!
13 de Junho - Pedro, vovô, Crioulo e Luis Fernando no sítio.
Segura peãooooo...
09 de Julho - Tinha acabado de limpar a roda do carro com as mãos, rsrs (11 meses).
10 de Julho - Querendo dirigir (11 meses).
26 de Julho - Carinha de sapeko (quase 1 aninho)